Aplicação de ozônio em ovos


APLICAÇÃO DE
OZÔNIO EM OVOS


A aplicação do ozônio em ovos tem sido utilizada com sucesso na estocagem, e desde o fim da década de trinta, mais de oitenta pôr cento dos locais refrigerados para estocagem de ovos nos Estados Unidos já eram equipados com geradores de ozônio para aumentar o tempo de estocagem.

Para melhorar a qualidade higiênica do ovo, o tratamento com ozônio costuma ser aplicados nos Estados Unidos. A aplicação do ozônio em ovos (38,8 ppm) por 10-30 min comprovam que ovos inoculados com Salmonella Typhimurium de 6,0 log UFC/g tiveram uma redução de 4-5 log. Especialmente, o tratamento com ozônio durante 30 min e os números foram mantidos durante o armazenamento. Outras características físicas e químicas dos ovos pelo tratamento com ozônio, incluindo unidade Haugh, cor da gema, pHs da clara do ovo e da gema, capacidade de formação de espuma, estabilidade da espuma e desenvolvimento da oxidação lipídica não possuem alteração quando comparados com os ovos controle. Portanto, o tratamento com ozônio é um dos métodos disponíveis para melhorar a qualidade higiênica dos ovos. Em tratamento de ovos férteis não costuma ser utilizado. Apesar de ter um excelente resultado de controle microbiológico prejudicam a germinação destes ovos pois prejudicam a germinação, não recomendado nestes tipos de ovos.


Voltar